Isso mesmo, é o que o título diz. Este sábado, marcou o “fim” das atividades da oficina de graffiti, conduzida pela queridissíma oficimeiga Ju Borgê. Os meninos, munidos com latas de spray, os desenhos que haviam feito durante as aulas e cabeças poderosas partiram para o muro logo após ouvirem o conselho de Ju ” Sem pressa, o spray é sagaz. lembram?”.

Eles já haviam trabalhado em projetos do que iriam grafitar no muro durante as oficinas e foi curioso perceber a temática politizada que ia tomando forma na medida em que a tinta do spray ia para a parede. Segundo nossa oficimeiga a temática veio naturalmente, as ideias foram surgindo.

Aparentemente o que os instigou foram os protestos que vimos nos últimos dias que, como José Datrino, pedem por um país melhor: Quando perguntado sobre o por quê do seu graffiti Lucas Amorim disse ” Agora que o povo foi para a rua eu resolvi colocar no muro para motivar a galera (…) Agora que o povo tá acordando!“,  já Vinicius Souza explicou sua obra da seguinte maneira ” Uma pessoa só, saindo de casa, cada um, fez o que fez! Então, você, mesmo sozinho, pode fazer a diferença” e Thamires, que desenhou um policial com cara de palhaço, ressaltou a necessidade da gentileza nas manifestações ” Eu sei que é o trabalho deles… Mas não precisa de violência “.

Nós do Mapa Gentil gostaríamos de parabenizar a todos que participaram da oficina de graffiti, incluindo nossa oficimeiga, e lhes dizer que todas as obras estão lindas. É isso ai, vamos revolucionar com a minha, a nossa e a sua gentileza!

 

ATUALIZAÇÃO

Olá, amorrres. Ficou pronto hoje um vídeo com as entrevistas da nossa oficimeiga e dos seus alunos. Confiram aí :



Se gostou, compartilhe!!!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.